Construções sustentáveis

Você sabia que o Brasil já é o quarto país do mundo com mais prédios verdes? São 601 empreendmimentos com a certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design), sistema de orientação ambiental de edificações usado em mais de 130 países. Ficamos atrás apenas dos Estados Unidos, que conta com 41.857 prédios, da China, que tem 996, e dos Emirados Árabes Unidos, com 791.

Mas não para por aí. O Processo AQUA (Alta Qualidade Ambiental) – certificação internacional de construções sustentáveis baseada no processo francês Démarche HQE, desenvolvido e adaptado à regulamentação brasileira pela Fundação Vanzolini –, aponta mais 129 certificados.

Os selos trazem diversas vantagens para os empreendimentos, tais como a redução dos custos operacionais e valorização do imóvel. Conheça edifícios que adotaram esses compromissos ambientais e as soluções trazidas por eles. 

JK 1455 (SP)

JK 1455 (SP)

O imponente prédio da avenida Presidente Juscelino Kubitschek, em São Paulo, conquistou a primeira certificação LEED ouro do país em novembro de 2012. Na realidade, o edifício passou por uma adequação para que sua estrutura passasse a ser sustentável, aprimorando várias técnicas para a redução do impacto ambiental. Com 13 pavimentos de escritórios, incluindo a sede da Cyrela Brazil Realty,  o prédio foi entregue em 2008 pela própria Cyrela. Hoje, dentre as soluções verdes, estão estratégias para a redução do consumo de energia elétrica, melhor uso da água – já que não tem produtos químicos nas fontes do prédio, reaproveitando o líquido para as torres de resfriamento – e maior eficácia na limpeza, pois implementa políticas visando eficiência com mínimo uso de produtos químicos.

Porto Brasilis (RJ)

Porto Brasilis (RJ)

O primeiro edifício comercial de alto padrão fica na esquina da Avenida Rio Branco com a Rua São Bento e tem área total de 18.600 m², distribuídos em 16 pavimentos de escritórios e três de estacionamento. Dentre as características sustentáveis estão o sistema de tratamento e reaproveitamento da água da chuva, medição individual do consumo de água e energia, uso de materiais de construção com baixos compostos orgânicos voláteis, louças e metais sanitários economizadores de água, reatores e lâmpadas de alta eficiência, separação e armazenamento de lixo reciclável, vagas preferenciais para veículos com baixa emissão e recuperadores de energia instalados no sistema de exaustão dos sanitários.

Rochaverá Corporate Towers (SP)

Rochaverá Corporate Towers (SP)

O complexo de escritórios de alto padrão recebeu o selo LEED Gold por ter como principais objetivos a redução de impactos durante a sua construção, além do amplo aproveitamento dos recursos na fase de operação do empreendimento, que é da construtora Método Engenharia SA. Localizado na Vila Gertrudes, ele conta com 20.595 m² de área construída e tem como exigências a redução do consumo de energia, dos custos operacionais e de manutenção, a diminuição do uso de recursos ambientais não renováveis e a melhora da qualidade do ar interno do edifício.

As construções sustentáveis são a resposta da ciência e da engenharia para garantir um correto uso da energia e dos recursos hídricos; assim como uma excelente forma de garantir que esses recursos estejam disponíveis para o futuro. Portanto, garantir que os prédios sustentáveis se proliferem pelas cidades do mundo todo é garantir que o futuro da humanidade esteja muito mais seguro do que podemos prever hoje.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s