Bastidores da Incorporação – Parte II

Na primeira parte desse especial sobre os Bastidores da Incorporação, mostramos como funciona a escolha do terreno e a compra do local. Agora, vamos abordar a etapa das obras.

Em um empreendimento de grande porte essa fase dura entre 21 e 24 meses e emprega cerca de 200 operários, geralmente de empreiteiras contratadas.  A complexidade do processo transforma o local das obras em praticamente uma minicidade, na qual cada um tem sua função dentro de uma hierarquia.  Para ficar mais claro, um exemplo seriam os prefeitos e subprefeitos, que na nossa “minicidade” seriam os engenheiros e mestres de obras.

Os materiais necessários para a obra são numerosos. Para ser ter uma ideia, em um empreendimento de grande porte são consumidas cerca de 48 toneladas de cimento por semana. Impressionante, não?

Diversas empresas terceirizadas são envolvidas nesse processo. A qualidade da mão de obra é altamente qualificada e os treinamentos são constantes, garantindo o andamento da construção.

Outro ponto importante para destacar é a gestão de resíduos. Gesso, metal, papel, madeira, plástico e concreto são recolhidos e repassados a cooperativas de reciclagem.

É assim que garantimos a qualidade dos nossos empreendimentos. No próximo post falaremos sobre “Entrega e Serviços”.

Anúncios

Um comentário sobre “Bastidores da Incorporação – Parte II

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s